REGIÃO

Professora é demitida de creche por suspeita de queimar cinco crianças com cola quente, em Cianorte;

autor Publicado em 22 de Setembro de 2017

 

Professora é demitida de creche por suspeita de queimar cinco crianças com cola quente, em Cianorte;

 

Caso ocorreu na quinta-feira (21), em Cianorte, no noroeste do Paraná. Mulher foi demitida nesta sexta-feira (22) pela direção da escola.

 

Uma professora foi demitida de uma creche de Cianorte, no noroeste do Paraná, por suspeita de queimar cinco crianças de três anos com cola quente, na quinta-feira (21).

As crianças não precisaram de atendimento médico e passaram por exame de corpo de delito nesta sexta-feira (22), segundo a polícia.

A direção do Centro de Estudos do Menor e Integração na Comunidade (Cemic) São José, que atende 580 crianças entre cinco meses e nove anos, informou que está colaborando com a investigação.

A creche, que é mantida pelo Serviço de Obras Sociais (SOS), tem monitoramento interno por câmeras, mas não divulgou imagens da suposta agressão.

Em nota, emitida nesta sexta-feira, a direção tratou o fato como isolado, e afirmou que toda a equipe ficou chocada com a situação.

 

Veja a íntegra da nota do Cemic São José

 

Nota de esclarecimento

A direção e toda a equipe da creche CEMIC São José, também mostram-se "chocados" com os fatos ocorridos em nossa instituição, que apesar de serem isolados foram graves. Adotamos todas as medidas legais pertinentes, desde demissão da funcionária, comunicação a todos os órgãos de proteção à infância competentes, tais como, Promotorias de Justiça, Conselho Tutelar e Delegacia de Polícia. Nunca compactuaremos com qualquer espécie de maus-tratos às nossas crianças, pois temos o dever de defendê-las e protegê-las sempre.

 

 

Fonte: RPC Noroeste

Avalie esta matéria:
Total de Voto(s): 0 - Média de Voto(s): 0

 

 

Mais FM