PARANÁ

Torcedor do Coritiba é baleado por PM após “palavras degradantes” para uma soldado

autor Publicado em 25 de Setembro de 2017

 

Torcedor do Coritiba é baleado por PM após “palavras degradantes” para uma soldado

 

O Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) divulgou nota nesta segunda-feira (25) para explicar o caso de um torcedor de 28 anos do Coritiba baleado por um policial militar durante o jogo com o Botafogo, no último domingo, perto do Couto Pereira. Segundo o texto, o tiro ocorreu após cerca de 15 homens se aproximarem de uma soldado falando “palavras degradantes”.

Depois da soldado ter pedido que eles se afastassem sem sucesso, um policial militar, que estava perto, interveio e disparou para o chão para que os torcedores se afastassem. Foi este tiro que atingiu a perna do torcedor, cujo nome não foi divulgado e que foi encaminhado para o Hospital Evangélico.

Segundo o BPTran, quatro homens, incluído o atingido, foram encaminhados para a delegacia onde responderam por ameaça. Já um inquérito da Polícia Militar foi instaurado para apurar a atuação do policial que atirou.

 

Veja abaixo a nota na íntegra do BPTran:

 

“O Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) esclarece que uma soldado da unidade bloqueava o trânsito nas imediações do Estádio Couto Pereira (Rua Guaraúna com Augusto Severo), por volta das 17h10 deste domingo (24.09.17), quando cerca de 15 homens se aproximaram proferindo contra ela “palavras degradantes”; ela solicitou a eles que se afastassem, porém eles não obedeceram. Um policial militar, que estava próximo a ela no posto de bloqueio, temendo pela segurança da policial, interveio e disparou sentindo ao chão, fazendo com que se afastassem.

O disparo de arma de fogo atingiu um dos rapazes (28 anos) na perna, o qual foi atendido e encaminhado ao Hospital Evangélico. Em decorrência, de acordo com o BPTran, quatro homens, incluindo o atingido foram encaminhados à Delegacia da Polícia Civil, onde foram lavrados Termos Circunstanciados contra eles por ameaça.

Imediatamente após o ocorrido, o Comando do BPTran determinou a abertura de um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar as circunstâncias do fato”.

 

Fonte: Gazeta do Povo

Avalie esta matéria:
Total de Voto(s): 0 - Média de Voto(s): 0

 

 

Supermercado Borgio Rodapé