PARANÁ

Ortigueira registra a terceira tentativa de assalto a carro-forte apenas em 2017

autor Publicado em 05 de Outubro de 2017

 

Ortigueira registra a terceira tentativa de assalto a carro-forte apenas em 2017

 

Moradores de Ortigueira e Ipiranga viveram momentos de tensão nesta quarta-feira (4), quando uma série de crimes foram registrados na cidade: um roubo em uma agência dos Correios, uma tentativa de assalto a um carro-forte e idosos feitos como reféns durante a fuga. Foi a terceira tentativa de assalto a carro-forte neste ano em Ortigueira, de acordo com a Polícia Civil.

Conforme informações da Polícia Militar de Ortigueira, o primeiro caso ocorreu na agência dos Correios. Várias chamadas foram feitas para o telefone 190 indicando o assalto na unidade, localizada na rua Laurindo Barbosa de Macedo. Três homens entraram na agência encapuzados e armados. Eles renderam o gerente, que foi forçado a abrir o cofre. Os criminosos levaram cerca de R$ 200 mil e fugiram do local.

Ainda de acordo com a PM, um Renault Duster foi roubado pelo grupo para praticar o crime. Dois homens amarraram um casal e levaram os dois para uma estrada enquanto o assalto acontecia.

Logo depois, a polícia foi acionada para uma tentativa de assalto a um carro-forte na BR-376, próximo ao trevo de acesso a Ortigueira. Dois carros, um Nissan Livina e um Renault Fluence, foram utilizados por uma quadrilha para bloquear o caminho do carro-forte. Os veículos tinham placas frias.

Oito homens estavam dentro do carro atiraram contra os vigilantes, que não ficaram feridos durante a ação. Apesar disto, os criminosos não conseguiram concluir o roubo e fugiram. A Polícia Civil informou que os dois veículos foram adaptados para a ação. Foram colocadas chapas de aço nos vidros traseiros, apenas com um espaço aberto para o apoio de armas.

Os assaltantes utilizaram uma caminhonete Mitsubishi Triton para fugir do local. Conforme relato da Polícia Militar de Ortigueira, o veículo capotou na rodovia. Ela não tinha alerta de furto ou roubo, mas uma consulta com o número do chassi apontou que o veículo foi roubado em Campo Largo no dia 28 de agosto. No veículo foram localizados, posteriormente, artefatos explosivos e, por conta disto, o Esquadrão Antibombas da Polícia Militar também foi acionado.

Após o capotamento, os criminosos roubaram uma Hilux prata e fugiram. O rastreador do veículo mostrou o deslocamento para Ipiranga pela BR-487. Durante a tarde, as equipes policiais conseguiram localizar a caminhonete parada próximo a um ponto de ônibus e a uma entrada de uma estrada de chão. Os policiais identificaram uma pessoa de 72 anos, que relatou que foi feita refém durante a manhã após o roubo da Hilux em Ortigueira.

Conforme informações da Polícia Militar de Ipiranga, no mesmo local havia uma pessoa de 81 anos, com os braços amarrados. Ele relatou que era um morador de uma chácara da região, que foi invadida pelos criminosos em fuga. Eles roubaram uma caminhonete Ford Ranger e levaram o senhor e o dono do veículo. Um deles foi libertado, enquanto o proprietário da caminhonete permaneceu como refém dos assaltantes.

A Polícia Militar de Ipiranga informou que o refém ligou na noite desta quarta-feira para a família. Ele contou que o combustível da caminhonete terminou na Estrada do Cerne, nas proximidades de Campo Largo. Os criminosos abandonaram a vítima e roubaram outro veículo, seguindo sentido Curitiba.

Durante as buscas, os policiais receberam ligações anônimas sobre os carros envolvidos no crime e encontraram o Fluence e o Livina utilizados na tentativa de assalto ao carro-forte. Eles também foram roubados anteriormente em Curitiba e em Pinhais. Os carros foram levados para a Delegacia de Ortigueira.

Até o momento, os criminosos não foram localizados. A Polícia Civil de Ortigueira descartou a possibilidade de o assalto na agência dos Correios ter relação com a tentativa de roubo ao carro-forte.

Outras tentativas

No dia 29 de maio, também na BR-376, um carro-forte foi interceptado por uma Fiorino. Três homens atiraram contra o veículo. Os vigilantes decidiram retornar para Ortigueira e se abrigaram na delegacia da cidade.

Uma situação similar foi registrada em março deste ano. Na época, foi identificada a participação de pelo menos 10 pessoas na tentativa de assalto.

 

 

Fonte: MassaNews

Avalie esta matéria:
Total de Voto(s): 0 - Média de Voto(s): 0

 

 

Supermercado REAL Rodapé