PARANÁ

Moça de 22 anos é agredida até a morte no Paraná após se negar a fazer sexo

autor Publicado em 16 de Julho de 2019

 

Moça de 22 anos é agredida até a morte no Paraná após se negar a fazer sexo

 

Uma jovem foi agredida até a morte em Rio Branco do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, na noite desta segunda-feira (15). Um suspeito do crime foi flagrado andando ensanguentado pela região e foi preso.

                               

De acordo com a Polícia Militar (PM), eles receberam a informação de que um homem chegou na casa da ex-companheira ensanguentado, dizendo que havia matado uma mulher. Em seguida, os agentes localizaram o corpo de Daniela Ribas dos Santos, de 22 anos, nos fundos da Secretaria de Educação de Rio Branco do Sul.

                               

Após ser preso, o suspeito mudou a versão do crime e afirmou que ajudou a desovar o corpo, mas negou ter matado a vítima. Ele apontou outro homem, que também foi preso, como autor das agressões. 

 

                              

Para a família, Daniela dos Santos foi agredida até a morte porque se recusou a ter relações sexuais com o autor. Já a polícia acredita que o crime tenha relação com o tráfico de drogas. Além disso, um mandado de prisão estava em aberto contra Daniela. 

                               

O corpo da jovem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba. Os dois homens permanecem presos na delegacia de Rio Branco do Sul. A jovem deixa dois filhos.

 

Fonte: Goionews

Avalie esta matéria:
Total de Voto(s): 1 - Média de Voto(s): 4.00

 

 

Supermercado Borgio Rodapé