PARANÁ

Empresário manda matar pai e filho por causa de dívida de agiota no Paraná

autor Publicado em 05 de Fevereiro de 2019

 

Empresário manda matar pai e filho por causa de dívida de agiota no Paraná

 

Policiais da Divisão de Homicídios apresentaram nesta segunda-feira (4) o empresário Elizandro Zampiere dos Santos, 40 anos, preso acusado de ter encomendado a morte de pai e filho no dia 21 de janeiro, no bairro Bom Retiro, em Curitiba. 

Segundo a polícia, Elizandro contratou duas pessoas para matar José Juliano Costa, de 35 anos, e seu filho, Matheus Raian Ferreira Costa, 14. José foi baleado e continua internado. Já o filho morreu após ser socorrido. A motivação, segundo a polícia, seria uma dívida que Elizandro tinha com José, que seria agiota.

“Temos provas cabais de que Elizandro se encontrou com os dois executores, o Igor e o Alexandre, momentos antes do crime. E também temos imagens que mostram que Elizandro se encontrou com o pai e filho dentro do carro, momentos também antes dos tiros. Ele entrou no carro, foi para o banco de trás e viu que o filho de José estava no banco do passageiro. Ainda assim, com o menino no carro, mandou os dois executarem pai e filho”, disse a delegada Tatiana Guzela. 

Segundo as investigações, Elizandro, que é dono de uma borracharia, uma autopeças e uma distribuidora de gás, no Pilarzinho, devia uma grande quantia de dinheiro para José, que atua como agiota, e estaria sendo ameaçado de morte. “Não sabemos exatamente a quantia devida, mas existia a dívida. Em depoimento, Elizandro confirma que esteve no carro de José momentos antes do crime, confirma que devia dinheiro a ele, mas não assume ter mandado os suspeitos cometerem o crime, mas temos provas suficientes de que ele é o mandante”, completou a delegada.

 

O CRIME

O crime aconteceu por volta das 11 horas do dia 21 de janeiro, na Rua Desembargador Hugo Simas, no bairro Bom Retiro, em Curitiba. Pai e filho estavam em um Vectra quando os assassinos chegaram em um Chevette branco, se aproximaram e atiraram. Testemunhas disseram que ouviram pelo menos 10 disparos no local.

O adolescente sofreu ferimentos na cabeça e no abdômen e estava inconsciente no momento do socorro. O pai também foi encaminhado ao hospital em estado grave. O jovem morreu e o pai permanece internado, mas ainda não prestou depoimento oficialmente.

A polícia ainda procura por Alexandre Dutra Lima, 25, suspeito de atirar contra as vítimas, e Igor Cristiano da Silva, 22, apontado como o motorista do Chevette usado pelo atirador. Imagens de segurança ajudaram a polícia a chegar aos suspeitos e elucidar o crime.

A delegada informou que Elizandro deve ser indiciado por homicídio triplamente qualificado e tentativa de homícidio. A defesa do suspeito não foi localizada para se manifestar.

 

Fonte: Goio News

Avalie esta matéria:
Total de Voto(s): 1 - Média de Voto(s): 0.00

 

 

Mais FM