ESPORTE

Coritiba não consegue escapar do “manual do rebaixamento”

autor Publicado em 25 de Setembro de 2017

 

Coritiba não consegue escapar do “manual do rebaixamento”

 

O Coritiba está cumprindo a risca o manual de time que é rebaixado à segunda divisão. O Verdão não consegue ser regular, não consegue jogar bem um jogo inteiro e foi assim que o time de Marcelo Oliveira perdeu por 3×2 para o Botafogo, na tarde deste domingo (24), no Couto Pereira. Com um bom primeiro tempo, mas com os 45 minutos finais desastrosos, o time coxa-branca amargou mais uma derrota em casa, que deixa o clube dentro da zona de rebaixamento, com 27 pontos e na penúltima posição na tabela. A equipe alviverde terá que se recuperar agora nos dois jogos que tem fora de casa seguidos contra Bahia e Corinthians.

Para acabar com a fase ruim, o Coritiba apelou para tudo. Não apenas nas mudanças feitas pelo técnico Marcelo Oliveira, que optou pelas entradas do volante Jonas e do meia Tiago Real. Quilos e mais quilos de sal grosso foram espalhados pelo Couto Pereira. O time coxa-branca, então, entrou disposto a voltar a vencer depois do jejum de cinco rodadas. Tiago Real cumpriu bem sua função, distribuiu bem as jogadas e quase, aos 15 minutos, abriu o placar.

O Coritiba achou que jogar bem no primeiro tempo seria o suficiente para conquistar os três pontos. Bastou o Botafogo voltar com outra postura e mais ofensiva, para o Verdão reviver o pesadelo das últimas partidas dentro de casa. O time coxa-branca passou a dar espaços para os visitantes, que aproveitaram e empataram a partida aos 11 minutos com Roger, depois da cobrança de falta e da falha da defesa alviverde.

A igualdade do Botafogo veio como um balde de água fria para o Coritiba. O Verdão visivelmente acusou o golpe, se perdeu em campo e junto tomou a virada aos 19 minutos, com Guilherme. Sem reação e sem poder nenhum de criação, o Coxa deu espaços para o time carioca e, se não fosse o goleiro Wilson, a situação poderia ter ficado ainda pior.

O Coritiba só conseguiu melhorar em campo depois das entradas dos atacantes Iago e Keirrison. O time alviverde ganhou mais força ofensiva e a recompensa veio aos 37 minutos. Thiago Carleto, de falta, acertou um belo chute e empatou a partida. O lateral, que havia perdido a penalidade, foi às lágrimas e quando ainda comemorava, viu o Botafogo empatar aos 38 minutos. A zaga coxa-branca falhou de novo e João Paulo recolocou os visitantes em vantagem.

O time alviverde sentiu de novo o gol, ficou ainda mais nervoso em campo, sobretudo por causa da pressão da torcida. Mesmo ficando mais com a bola, o Coritiba se atirou para frente de qualquer forma, mas não teve a organização necessária para empatar o jogo. Faltou inspiração para o Verdão, que está cada vez mais afundado na zona de rebaixamento e com a missão mais complicada para escapar da segunda divisão de 2018.

 

 

Fonte: Tribuna

Avalie esta matéria:
Total de Voto(s): 0 - Média de Voto(s): 0

 

 

Lava Car Rodapé